Histórico

         O LEHA – Laboratório de Estudos de História das Américas foi criado em 2009 e reúne professores e pesquisadores da Graduação e da Pós-Graduação em História das Américas do Departamento de História da USP – Universidade de São Paulo. O LEHA nasceu em meio ao crescimento de outros laboratórios do Departamento de História da USP. Na época, os pesquisadores da área de Américas se concentravam em torno do Projeto Temático Cultura e Política nas Américas: Circulação de Ideias e Configuração de Identidades (séculos XIX e XX), coordenado pela profa. Maria Ligia Coelho Prado e financiado pela FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, cujos trabalhos se estenderam de 2006 a 2011.

         Desse modo, nos primeiros anos de seu funcionamento as atividades do LEHA estiveram vinculadas ao Projeto Temático que reuniu os pesquisadores de História das Américas da USP, UNESP – Universidade Estadual Paulista (campi de Assis e Franca), UNIFESP – Universidade Federal do Estado de São Paulo e UEL – Universidade Estadual de Londrina. Com o encerramento das atividades do Temático, o LEHA, agora coordenado pela profa. Mary Anne Junqueira, passou a concentrar o desenvolvimento e a difusão da produção do conhecimento de História das Américas, no âmbito da USP, particularmente na promoção de Seminários de Pesquisas. Esses encontros são articulados em duas direções: na primeira delas, são convidados especialistas (professores internos ou externos à USP) que proferem palestras, cujo teor contribui para as pesquisas fomentadas no âmbito do Laboratório; na segunda, os pesquisadores de Pós-Graduação discutem os seus trabalhos em meio a um ambiente fértil de debates. Desde 2012 o LEHA vem promovendo em média quatro Seminários de Pesquisa anuais, normalmente com palestras teórico-metodológicas na parte da manhã e apresentações de pesquisas de Mestrado e Doutorado em História da América na parte da tarde. Além dos Seminários de Pesquisas, o Laboratório recebe também professores de universidades brasileiras e estrangeiras para palestras individuais em seus domínios de estudo, incentivando o intercâmbio entre os professores de História da América das universidades brasileiras e estrangeiras.

         Em 2016, após o término do segundo biênio da gestão da Profa. Mary Anne Junqueira à frente do laboratório, a Profa. Gabriela Pellegrino Soares assumiu a coordenação do LEHA.